En Passant

Vc já experimentou uma vontade imensa de estar ao lado de alguém que mal conhece? Alguém que de alguma forma lhe transmite uma sensação de bem estar, e uma perspectiva de que é possível sorrir com frequencia, e viver de maneira leve, muito leve??? Pois bem; sei que isso não é algo comum de se sentir, mas lhe asseguro de que quando acontece, traz de volta aquele friozinho na barriga gostoso de sentir, algo bom, prazeroso.
Às vezes, subestimamos a capacidade das pessoas de nos fazerem bem, não olhamos do lado, não percebemos que a alegria, a felicidade, a segurança, e o tal friozinho na barriga, podem estar bem pertinho; que não precisamos insisitir num erro, acreditar no impossível, querer o impraticável, acreditar na mudança e esperar que alguém a quem nos doamos por algum tempo, pode de uma hora pra outra mudar, se adequar à nossa vida, nos respeitar, nos fazer feliz.

Abra os olhos, a felicidade pode estar batendo à porta, enquanto nós , estamos anestesiados querendo o impossível e olhando pelo retrovisor, querendo emendar uma estrada esburacada e defeituosa. Como nos recomenda Gulherme Arantes: “Pra que ficar juntando os pedacinhos do amor que se apagou???? Nada vai colar, nada vai trazer de volta a beleza cristalina do começo, e os remendos pegam mal…”

Pausa pro café

SP define protocolo para atendimento de travestis

Publicado em 28.01.2010, às 11h08 no JC on line

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo definiu o primeiro protocolo para o atendimento de travestis do País. O documento inclui a orientação e definições de dosagens em relação ao uso de hormônios, acompanhamento e tratamento das complicações decorrentes do uso de silicone industrial, avaliações urológicas e proctológicas, entre outros procedimentos.

Tecla SAP: Até aí tudo bem né… Afinal se o cara se dispõem a prostituir-se travestido de mulher usando silicone industrial, subentende-se que além de gay é miserável, e que logo precisará (infelizmente)da ajuda do sistema de saúde público, especificamente no momento em que começar a morrer, seja por infecção, por Aids, ou ambos.


O Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids também incluiu no protocolo o acompanhamento fonoaudiológico aos usuários, para adequação e treino vocal.

Tecla Sap: Aí não!!!!!!!!! Disponibilizar Fono pra ensinar o Travesti a falar como mulher, e de forma irreparável????? Isso é capacitação para o trabalho não????


Além disso, o documento garante ainda avaliações para a realização de procedimentos estéticos-reparadores (cirurgia plástica) – necessários para a melhor adequação da identidade de gênero – e a colocação de próteses e procedimentos terapêuticos, para reparar danos provocados pela colocação de silicone industrial.

Tecla SAP: “Plástica para melhor adequação da identidade de genêro”???? Volto a perguntar: Isso é medicina estética não??? Estamos falando de saúde, de ambulatório, ou de um “Senac gay” bancado pelo dinheiro público???


“Com o protocolo, damos mais um passo fundamental para garantir o atendimento humanizado e com as melhores práticas assistenciais possíveis para esse grupo social”, afirma Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual DST/Aids-SP.

Tecla SAP: “As melhores práticas assistenciais possíveis” Inclui limpeza de pele? Mesoterapia? Cabeleireiro??? A coordenadora dever gay tb, no mínimo de olho em algum prêmio da ONU, ou numa viagem pro exterior, pra algum desses congressos de DIreitos humanos, Doida pra se dar bem, e arrumar uma “namorada na Suécia” Paciência viu!!!!!!!


Resumo da òpera: Mais uma vez a mania hipócrita de querermos entrar a pulso no rol das nações adultas. Seja banalizando o ensino superior com vestibulares agendados, e concessões ilimitadas para abertura de faculdades de fundo de quintal; enviando soldados despreparados para missões de Paz da ONU a um custo exorbitante, enquanto os militares aqui no país, largam antes do meio dia por falta de comida nos quartéis; reconhecendo o “parceiro gay” como dependente do servidor público(isso em alguns luagres, ainda…) quando a previdência social está quebrada; e agora oferecendo serviços estéticos a travestis, enquanto a saúde pública agoniza e o povão espera meses por uma consulta e muitas vezes morre antes do dia da cirurgia.

Medicina preventiva e emergencial, são bem diferentes de treinamento vocal, adequação de caracteristicas para melhor adequação ao gênero(leia-se procedimentos estéticos), ou implantes de silicone; nada contra os caras, prostituam-se e vendam seus corpos como quiserem, mas dar um up-grade numa bunda, treinar a voz, ou implantar uma prótese de silicone, son o pretexto de cuidar da saúde e consequentemente melhorar os negócios do traveco, me desculpem. Se não é hipocrisia típica de ano eleitoral, é pelo menos um desatino, e uma afronta ao contribuinte.

Me convenço mais e mais a cada dia, que o poder embriaga, e faz de quebra os mandatários também acharem que nós é que estamos bêbados!!!!! Pior é que se alguém se manifestar contra, organizar um manifesto, falar publicamente na mídia, será chamado de homofóbico, preconceituoso, enfim, alguma ONG gay certamente lhe processará, sob o pretexto de que vivemos num país livre e sem censura né??? No que concordo, claro, desde que esse argumento não justifique o implante com “nosso dinheiro” de um par de próteses de Silicone numa bunda ou peito de algum Traveco.

Me acordem!


Notícia na íntegra e sem tecla SAP:

http://jc.uol.com.br/canal/cotidiano/nacional/noticia/2010/01/28/sp-define-protocolo-para-atendimento-de-travestis-212340.php

Ciné!!!!!!!

E no domingo à noite, com uma chuvinha fina caindo sobre a cidade; fui ao cinema ver Almodovar. ” Los abrazos Rotos, Lançado aqui como : Os Abraços Partidos”, com a gatíssima Penelope Cruz(já vale a entrada). Sim, ele é o cara, mas confesso que o roteiro não convenceu, e o filme muito legal, limitou-se apenas a isso, ser lembrado como algo bem legalzinho de ver.

Na verdade, o contexto foi mais envolvente que o filme, mas sem ele não seria perfeito…Explico, o banal para os Paulistas, me soou sedutor e atraente, dada a carência de programas legais, de opções pro fim de semana aqui em nossa pacata “Sucupira”, leia-se hellrecife.

Senão vejamos:

Cinema numa noite de chuva em Recife; domingo à noite:

Shopping Recife – 6 conto de estacionamento.
Multiplex- 14 conto de entrada
Filmes- Lançamentos do circutio comercial, claro!!! Quem sabe o filme da tal “Xuxa” com as princesas né????
Pipoca: 1 milhão de dólares!!!!!!
Refri- 500 mil dólares
Sala de cinema- Barulho intenso, afinal é domingo, todos os ninfetos estão lá gritando.

Caminho pra casa- Conselheiro Aguiar cheia dágua(com sorte não caio num buraco e furo o pneu…De ônibus? PE 15 /BOA VIAGEM !!!!!! êeeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!!!!!!!!
Depois do cine- Comer espetinho na Navegantes? Ir pr0 habibs, Mac, Bobs…Pizza hut!!!!!

Cinema numa noite de chuva em Sp, domingo à noite:

Espaço Unibanco de cinema, mas pode ser no Hsbc Belas artes, Teatro Gazeta, Itaú Culutral, Centro Cultural Banco do Brasil, etc, etc ,etc…
Programação- Cienam Europeu, filmes de arte, enfim…
Estacionamento: Num precisa, vai-se de metrô(R$ 2,55)
Entrada 12 conto, estudante e idosos crianças até 5 anos, professores 6 conto.
Pipoca Grande 8 conto, Refri grande 4 conto
Caminho pra casa- Metrô de novo(detalhe, a entrada dos trens ficam a uns 100 metros em média).
Salas de cinema enormes, confortáveis, e em silêncio absoluto…Afinal as pessoas são gente!!!!!

Depois do cinema- Rua Augusta tomar chopp, comer pizza, ver gente, ver chuva, ser feliz…Roda de choro no Mercadão????

E assim, dizem que SP é cara, pode até ser pra algumas coisas viu…Mas uma coisa ela tem de diferente: É super diversa, plural, acessível.

Foi a saudade que me trouxe pelo braço??? Duvido!!!!

E depois de uma viagem tranquila, ainda que interrompida por uma conexão de duas horas em Salvador(shopping aeroporto cheio de telas executando essa irritante coisa que chamam de “axé music”), enfim, após um mergulho na civilização voltei à república do frevo.

Recepção: Transversais da Mascarenhas de Morais cheias de buraco, cheias de lixo;

Trânsito das 23hs de ontem, como sempre, complicado na Av. Boa viagem pelos nossos péssimos, lentos, e também lerdos motoristas; acostumados a andarem juntinhos, quase que em “matilhas” em total desacordo com as normas de trânsito(obstruindo todas as faixas), e num total desrespeito aos demais;

Iluminação do Viaduto Joana Bezerra toda apagada;

Odor fétido (e intenso)do Canal Derby Tacaruna, “banhando” toda a cidade;

Av. Conde da Boa Vista cheia de lixo nas canaletas:Sacos, papel, bagaço da cana, garrafas plásticas.

Sim, estou em Recife e é maravilhoso estar em casa não????

Não???

De saída

Foto tirada agora pouco na Paulista, vento forte e muito frio

Sim, esse é o clima e essa é a cidade. Depois de assisitir agora pouco um filme de Almodovar no HSBC Belas Artes, me dei conta de que a Trip tá chegando ao final. e após 5 dias entre chuvas de verão, trovoadas e muitas descobertas; encerro mais um período de “oxigenação” da minha existência, e me preparo para retornar à “Tieta do Agreste”… à terra do forró, do “Oxí “agudo, e das micaretas, e “Axézadas”.

Mas enfim, após respirar os ares e ser literalmente, e mais uma vez purificado pela água benta de Sampa (afinal haja chuva…) .Retorno à rotina stressante, ao universo hipócrita do meu trabalho, e à forçosa convivência ao lado de gente dissimulada e preconceituosa; mas fazer o que né??? Se é pra voltar, que assim seja; afinal, entre forrós e axés, entre blocos e maracatus, quadrilhas e canjicas, existem pessoas que amo, e sem as quais não posso viver.

Na mala muitos Cds gringos e fotos da jornada; e na cabeça, por ora apenas saudades daqui e o desejo enorme de voltar muito em breve.

Como disse noutro post, mais detalhes e fotos em breve.

Bjo e inté logo mais.

More Rain, Rain, Rain…

Foto: Esquina da Paulista coma Consolação às 15hs de hoje

E de repente o mundo desabou… Em pleno domingo e às 15hs, um temporal caiu sobre a Paulista… Trovões (muuuuitos e bem estrondosos…) Relâmpagos, muito vento!!!!!! Ainda assim, a cidade continua linda. Molhada, sombria, imprevisível.

Hoje descobri todo molhado, e pela milésima vez, que amo esse lugar.

Ano que vem tem mais.

In Sampa

Do hotel:

Chegada: Madrugada da última quinta, depois de vários atrasos, conexões, troca de aeronoves, muita turbulência…(chuva e e tempo escuro!!!!! De cara, encontrei a cidade embaixo dágua, e assustadoras correntes, eu disse correntes de água!!!!!! E inundações no caminho de Guarulhos até Congonhas; obstáculos superados apenas pelo ônibus que faz o translado entre os dois. Mais adiante e após quase uma hora de espera pra sair de táxi de Congonhas até o hotel, os taxistas se recusavam a sair enquanto a chuva persistisse,…Finalmente às 4 da manhã, pude deitar e dormir em Paz.

Durante: Muitas caminhadas, pés calejados , várias estações de metrô, sanduíches de mortadela, gente bonita, diferente, compras, trocas, encontros, visões de um mundo provocante, sedutor, diferente da realidade brejeira e provinciana de nossa pequena Recife… São Paulo é bem aqui, pertinho, umas 3 horas de vôo…Mas está décadas, Eras distante do nosso cotidiano, da nossa capacidade de compreender que há vida inteligente além dos circuitos de forró do Internacional, e das ladeiras de Olinda.

Programa de Hj: 25 de Março, Galeria do Rock, Galeria Independente, Mercadão, Soulshadow(merece um post só pra ela)Circular na Rua Augusta, Sanduíche de Pernil, Heinekem beer.

Programação de amanhã: Bairro da Liberdade(Feirinha dos Orientais), caminhada na Av. Paulista, Pq do Ibirapuera, Masp, jantar no Bixiga(bairro Italiano).

Conclusões preliminares: Posso vir aqui mil vezes, mas… Sempre ficarei encantado, querendo mais, e certo de que nunca será o suficiente.

Detalhes da Trip: Na volta, e em longos e extensos posts.

Inté!

Mano Rony.