Scuba

A velocidade máxima de retorno à superfície por um mergulhador, é de pelo menos 9 metros por minuto; a violação desse pressuposto técnico pode provocar a chamada embolia traumática, um fenômeno provocado pelo aumento da pressão sobre o organismo humano, que pode inclusive sobrecarregar de oxigênio os pulmões e até estourá-los.

No último sábado tive a oportunidade de emergir; assisti a um show memorável e fantástico!!!!!!! Como não fazia a séculos… Além de música instrumental, e de algumas outras boa descobertas “Suecas”, diga-se de passagem; fui brindado com instantes de uma magnífica convivência e interação com um mundo que nunca mais eu havia visitado, um mundo que por muito tempo eu achei que fosse só meu.

Mas enfim, depois de assisitir Lô Borges e Milton Nascimento, e de vê-los interpretar na minha frente canções que até sábado eu só conhecia dos discos e do rádio; tive a clara noção de que me realmente me encontrava submerso, e de que precisava urgentemente emergir. Felizmente sempre tive noção de que não poderia acelerar a subida, de que não podia correr o risco da Embolia; mas comecei, estou voltando…Tô subindo.

Bom fim de semana!!!!!

E o fim de semana chegou! Imagino que você esteja feliz né????? Que bom, opotunidade pra descansar, sorrir, amar e ser amado(a); deixar a rotina e o stress da semana de lado né isso???

Ah ! o fim de semana, ele chegou e você torceu pra que ele chegasse,!!! É o momento de estar ao lado de quem vc gosta, te respeita e completa… De quem partilha com vc o ócio e a banalidade; ao lado de quem vc ri da vida, dos outros, e de vcs mesmo…

Como é bom se sentir livre ao lado de quem a gente curte, né? De quem a gente gosta de olhar, ver falar, gesticular, sorrir; de quem nos devolve o brilho nos olhos, de quem gostamos de estar ao lado, e respeitamos pelo simples fato de existir, e amamos apenas por saber que essa pessoa merece um mundo perfeito, e do qual façamos parte!!! E é por isso que vc está alegre!!!!!!!

Bom, é bom demais gostar de alguém despojado… Sem preconceitos, que nos aceita e nos quer por inteiro e do jeitinho que somos, alguém que não nos cobra nada que não possamos oferecer e que é incapaz de nos reprimir por sermos quem sempre fomos, um ser humano com o qual desejamos estar nos próximos anos, e ao lado de quem vc deseja viajar, explorar o mundo e a vida!!!!!! Sorte a sua viu, que inveja…

Ah! como deve ser bom estar ao lado de alguém que nos faz carinho e nos quer bem… Que enxerga o dia de hoje como a última chance de ser feliz; uma pessoa que antes de pensar nela pensa nos “dois”, mas que comprende perfeitamente que o “dois” só funciona quando ambos respeitam a individualidade alheia; porque afinal, são parceiros, e não “propriedade” um do outro.

Que sorte a sua né??? O fim de semana chegou e mais do que uma companhia, vc tem um(a) amigo(a), e assim sendo, a monotonia e a indiferença, ficarão reservadas para segunda-feira…Parabéns!!!!!!!

Película

E se eu fizesse tudo diferente? Mudasse o roteiro? Se invertesse/trocasse a ordem das coisas, as prioridades, os horários, as cores, os nomes das pessoas e dos lugares, mudasse de ritmo, de ares, sabores??? Se decidisse pensar primeiro no que sempre deixei por último, e mergulhasse de cabeça numa viagem só minha?

Sei que tô precisando respirar e sei que tá na hora de agir; embora eu ainda saiba como. O importante é tô quase descobrindo o segredo pra começar a grande mudança… Falta pouco, mas o melhor está por vir, os sinais são evidentes, o grande dia está chegando, se é que já não chegou e eu ainda não me dei conta.

E então não deu…

O dia hoje não foi dos melhores. Tenho me sentido muito cansado e sem qualquer criatividade… Sinto que tô perdendo o brilho que já tive, a luz, a disposição, as vontades. Tô desestimulado, disperso.

A falta de diálogo, de projetos audociosos, sonhos comuns e sorrisos despudorados, tem pesado bastante; e depois de uma semana atribulada, ou de um dia cansativo e frustrante como o de hoje, conversar um pouco e sorrir um tikinho cairia muito bem…

Morar sozinho tem vantagens, inúmeras. Mas o fardo da solidão é pesado e por vezes parece insuportável, insuperável, imbatível. Mas, nada como uma noite vazia ao som de Caetano, no balanço da rede, e ao sabor de uma taça alta de vinho tinto.

Que venha a manhã, um novo dia, e quem sabe alguma inspiração.